27 de set de 2010

Maior barco a energia solar inicia volta ao mundo


A embarcação tem 15 m de largura e 31 m de comprimento, coberta por 540 m² de módulos fotovoltaicos 
O maior barco do planeta movido exclusivamente a energia solar iniciou nesta segunda-feira uma volta ao mundo. O PlanetSolar partiu de Mônaco com uma tripulação de seis membros e deve passar por locais como Miami, Cancún, San Francisco, Sydney, Cingapura e Abu Dhabi.
"Nós queremos ajudar a impulsionar o desenvolvimento de tecnologias de energia sustentável", diz o alemão Immo Ströher, dono do barco, em comunicado. Segundo Ströher, o projeto pretende oferecer uma solução sustentável de transporte para grandes cidades e para o ambiente.
O PlanetSolar tem 15 m de largura e 31 m de comprimento e é coberto por 540 m² de módulos fotovoltaicos. Segundo a equipe, baterias especiais garantem que o barco navegue por três dias sem luz solar.

23 de set de 2010

Maior usina eólica no mar entra em operação nesta quinta

A maior usina de energia eólica instalada no mar entra em operação nesta quinta-feira 23 de setembro de 2010 na costa de Kent, no sul da Inglaterra. As 100 turbinas gigantes devem gerar 300 megawatts, o suficiente para abastecer uma pequena cidade. As informações são do Daily Mail.
A nova usina transforma o Reino Unido no maior gerador de energia eólica proveniente do mar, produzindo mais energia que todo o resto do planeta neste setor. Segundo a reportagem, são gerados 5 gigawatts pelas usinas britânicas, o suficiente para abastecer cerca de 3 milhões de residências.
O governo planeja expandir ainda mais o uso desta energia limpa com um plano que prevê a instalação de mais 10 mil turbinas no oceano e gerar um terço de sua eletricidade de fontes renováveis até 2020.





Barco passa próximo a turbinas em Kent

20 de set de 2010

Lançamentos de Setembro 2010

A FCDL em parceria com a CDL oferece mais de 80 cursos online grátis para você.
Acesse o site e veja o catálogo completo.
Faça já a sua inscrição.

www.fcdldigital.com.br

Segue abaixo os lançamentos do mês de setembro:

1 - Prevenção de Fraudes
2 - A utilização das dinâmicas de grupo
3 - Os 5S's Aprimorando seus processos
4 - Como cobrar mais e melhor
5 - A performance em apresentações ao público
6 - Entendendo a matemática comercial
7 - Marketing Pessoal
8 - Ergonomia Empresarial
9 - Fazendo bons negócios
10 - Como fazer reuniões produtivas
11 - Matemática financeira - Estudo de juros
12 - Organizando suas finanças

Se tiver qualquer dúvida entre em contato.
Cursos certificados. Mais informações pelo telefone: 3471-2265 na CDL Parelhas em frente à Prefeitura.
Atenciosamente: Raquel Sena monitora na CDL Parelhas

16 de set de 2010

IV BODAS DE CANÁ EM PARELHAS - RN

Rainha Elizabeth II recebe Bento XVI no palácio de Holyrood


A rainha Elizabeth II recebeu oficialmente nesta quinta-feira o papa Bento XVI no palácio de Holyroodhouse, sua residência oficial em Edimburgo, onde o Pontífice iniciou uma visita de Estado de quatro dias a Grã-Bretanha.
A rainha, que também é a governadora suprema da Igreja Anglicana, apertou a mão do papa no início da tradicional cerimônia de recepção às visitas oficiais.
Bento XVI foi recebido no desembarque no aeroporto da capital escocesa pelo marido da soberana, o príncipe Philip. Depois de percorrer as ruas de Edimburgo e de um almoço no arcebispado, o papa seguirá para Glasgow para oficiar a primeira missa aberta da viagem, que combina eventos civis e religiosos.

Arqueólogos encontram sapato e lanças vikings na Noruega


Nas montanhas geladas em Jotunheimen, na Noruega, arqueólogos encontraram objetos fabricados entre 3,4 mil e 1,5 mil anos, quando os vikings habitavam o local. Entre os objetos, varas de caçar renas e um sapato fabricado com couro. As informações são da Reuters.
Segundo os cientistas, os objetos que trazem indícios sobre a arte da caça e modo de vida dos antepassados vikings "apareceram" no local por causa do descongelamento do gelo das montanhas causado pelo aquecimento global. Os pesquisadores afirmam também que o ritmo de descongelamento é o maior registrado desde 2006.
Para marcar o local exato dos achados, o campo de gelo Juvfonna, os pesquisadores utilizaram um equipamento de GPS.

12 de set de 2010

Diagnóstico de Trombose Venosa Profunda

Sinais e sintomas da trombose. O paciente pode ajudar muito no diagnóstico, se chegar na consulta com um relato do que está observando no seu corpo e no seu dia-a-dia.

Sinais e Sintomas
Evitar a peregrinação por diversos especialistas até um diagnóstico correto é o sonho de qualquer paciente. Significa também reduzir o tempo entre o aparecimento da doença e o tratamento, que por sua vez será eficaz e seguro. Prestar atenção nas alterações que o corpo está apresentando é um passo importante nesta etapa do diagnóstico.
O médico depende muito de todas as informações passadas pelo paciente durante a consulta, para dirigir seu raciocínio na direção do diagnóstico correto.
Estas informações são chamadas:
a) Sinais: todas as alterações que podem ser identificadas no exame físico, por exemplo:
  • inchaço
  • varizes 
  • palidez
  • cianose (cor azulada)
b) Sintomas: todas as queixas relacionadas à doença e que não são identificadas no exame físico:
  • dores
  • dificuldades de locomoção 
Nas doenças venosas, os sinais e sintomas permitem a identificação precisa das alterações funcionais.
É simples: considerando que nossas pernas são constituídas basicamente de pele, tecido subcutâneo (gordura), músculos, tendões, articulações, ossos, nervos e vasos sanguíneos, qualquer problema deve estar relacionado a uma destas estruturas.
Procure identificá-los corretamente, conforme o local, intensidade, irradiação para outras partes do corpo, fatores de melhora e de piora, relação com atividades físicas e com o trabalho, etc. Se necessário, escreva em um caderno ou diário, especialmente se os sinais e sintomas variarem durante um dia ou na semana. Estas anotações também evitam esquecer algum detalhe que às vezes pode ser a diferença na identificação do problema.
Traga estas anotações para as consultas, junto com todas as perguntas e dúvidas que tiver sobre seu problema. De maneira geral, estas medidas ajudarão muito seu médico e você a tratar sua doença.
Sinais e Sintomas na Trombose Venosa:
É muito importante pensar na possibilidade de Trombose Venosa quando existirem sintomas importantes nas pernas, principalmente quando sabemos que em até 50% dos casos de TVP os pacientes não tinham qualquer sintoma ou queixa. Também é fundamental saber se os sintomas e sinais apareceram quando a pessoa estava bem, fazendo sua atividade diária normal, ou estava exposta à uma das diversas situações de risco, com por exemplo uma cirurgia, imobilizada, no pós-parto, etc.
Os sinais e sintomas mais importantes e comuns da Trombose Venosa são a dor na perna, e que às vezes começa na região da virilha, e que pode aparecer em repouso ou quando a pessoa anda ou movimenta a perna; o inchaço (edema) de parte ou de todo o membro comprometido é também bastante comum e se aparecer em apenas uma perna, aumenta ainda mais a suspeita de TVP. Como este aumento do volume da perna também é conseqüência de acúmulo de líquidos na musculatura, as pessoas normalmente se queixam também de dor quando apertamos e palpamos a musculatura, por causa da compressão dos nervos que passam por entre estes músculos. 
Quando examinamos os pacientes com TVP, encontramos normalmente sinais como veias superficiais da pele dilatadasaumento das circunferências medidas da perna doente em relação à outra perna (medimos no tornozelo, na panturrilha e na coxa, dos dois lados), palidez ou cianose (cor azulada) da pele e eventualmente dor quando palpamos o trajeto da veia que suspeitamos ser o local principal da formação da trombose.  
Embora alguns pacientes procurem o médico com um quadro clínico bastante evidente, existem condições onde o diagnóstico pode ser mais difícil. Mesmo assim, o cirurgião vascular, utilizando dados da história pessoal e familiar, análise de fatores de risco conhecidos, exame físico, probabilidades de outros diagnósticos de outras doenças e a avaliação por meio de um índice de score, são perfeitamente capazes de classificar o paciente num grupo de baixa, média ou alta probabilidade de ter trombose venosa profunda.
Índice de Score de Wells, de 1997, utiliza características clínicas para estabelecer esta probabilidade somando-se o score da tabela:

Sintomas e Sinais da Trombose - Índice de Score de Wells


Sintomas, Sinais, Diagnóstico de trombose - Índice de Score de Wells


 As outras causas que podem confundir no diagnóstico da trombose são:
  1.   Tromboflebite superficial
  2.   Síndrome Pós-trombótica (trombose antiga)
  3.   Cisto de Baker (cisto atrás dos joelhos)
  4.   Hematomas musculares por ruptura no exercício
  5.   Linfedema
  6.   Erisipelas
  7.   Edema sistêmico (doenças cardíacas ou renais)
  8.   Compressões venosas

Os exames diagnósticos utilizados para identificar a trombose venosa são o ultrassom duplex, a dosagem do D-dimer (método ELISA) e a flebografia.


Existem diversas metodologias de condução de um caso suspeito de trombose venosa. Uma delas é descrita abaixo:


Procedimento Diagnóstico Trombose - Sintomas
 Texto elaborado pelo Dr. Franciso Osse

Prevenção da Trombose Venosa

Pensar na Qualidade de Vida dos pacientes na hora de escolher qual o melhor tratamento é respeitar a pessoa e todo seu contexto dentro deste mundo que nos cerca.

Qualidade de Vida
Qualidade de Vida é conhecer o seu problema, reconhecer suas limitações e a partir disso aprimorar ao máximo as condições de relacionamento do seu corpo e de sua mente com o seu ambiente.
Isto pode ser feito de maneira independente ou com o auxílio de seu médico. Existem diversas situações na Cirurgia Vascular em que a qualidade de vida deve ser considerada na hora de oferecer um tratamento a determinados pacientes.
Existem diversas doenças vasculares que ainda não encontraram sua cura, incluindo algumas alterações venosas. Sempre que um paciente procura O Centro Vascular de São Paulo, o objetivo de todos é a cura, mas nós focalizamos o tratamento através da lente da Qualidade de Vida, oferecendo as opções ao paciente dentro destas diretrizes.
Cuidar de si mesmo, buscar quais são as necessidades do corpo e da mente, melhorar o estilo de vida, evitar hábitos nocivos, escolher uma alimentação sadia, conhecer e controlar os fatores de risco que levam às doenças. Todas essas ações visam a melhoria da qualidade de vida. 
  Qualidade de Vida - Foto: Maria Clara Diniz Sem esquecer que é preciso buscar prazer e felicidade na vida.

Texto elaborado pelo Dr. Franciso Osse

Tipos de Trombose

O tipo de trombose é definido pela sua origem, o que a desencadeou. Uma cirurgia, uma ocorrência traumática, heditariedade, etc.

Quem pode ter trombose?
Fatores de Risco:
Os fatores de risco da trombose venosa podem ser de natureza genética, definidos pela hereditariedade (pai, mãe e avós), ou após eventos ocorridos durante a vida do paciente, como traumas e cirurgias - são os fatores de risco adquiridos.
A hereditariedade terá uma influência maior ou menor quanto mais ascendentes tiverem uma história de doenças venosas.
Os fatores adquiridos estão relacionados ao estilo de vida de cada paciente. Incluem a posição predominante de trabalho, obesidade, tabagismo, gestações, doenças associadas, atividade física, etc.
A velocidade e a intensidade de aparecimento dos sinais e sintomas de doenças venosas em um determinado paciente é o resultado da soma dos fatores genéticos e adquiridos.
Estima-se que mais de 60% da predisposição de uma pessoa a desenvolver um quadro de trombose venosa esteja associada a componentes genéticos do sangue defeituosos que, no seu conjunto, são conhecidos como Trombofilia.
Fatores de risco genéticos:
Trombofilias - São alterações muito específicas de alguns componentes do sangue, que participam no processo de formação de um coágulo. Por causa dessas alterações, estas pessoas tem uma tendência maior para desenvolver o quadro de trombose quando outros fatores aparecerem (cirurgia, parto, etc).
Fatores de risco adquiridos:
Idade - Muito baixa a probabilidade de TVP antes dos 40 anos, e alta após os 70.
Tabagismo - Aumenta bastante a ocorrência de complicações.
Cirurgias - Cirurgia Geral (como a abdominal, apêndice, etc), tem o risco de 19%; cirurgia neurológica, 24%; ortopédica(cirurgia do quadril, por exemplo para colocar prótese), 61.
Trauma - 58% dos pacientes traumatizados apresentam algum tipo de trombose (acidente de carro, acidente de moto, etc.
Viagem aérea prolongada - Conhecida como "Trombose da Classe Econômica" por causa dos longos períodos sentados em acentos com pouco espaço.
Gravidez e Pós-parto - A trombose é 5 vezes mais provável nestas condições. Ela ocorre de 2 a 6 casos de TVP para cada 1000 partos.
Imobilidade temporária ou permanente - Nas imobilizações (fatura de braço, perna, etc) por menos de 7 dias, o risco de trombose é de 15%. Acima de 7 dias, chega a 80%, sendo a principal causa da trombose venosa profunda.
TVP ou EP (Embolia Pulmonar) anteriores - Aumenta em até 3 vezes a possibilidade de uma nova trombose.É o maior fator de risco para um novo episódio.
Neoplasias (Câncer) - 15% com neoplasia vão ter trombose. Sendo o adenocarcinoma o tipo de tumor mais frequente.
Anticoncepcionais - Aumenta em até 3 vezes a possibilidade de Trombose. Se estiver associado a algum fator genético (Trombofilia), a probabilidade é 50 vezes maior.
Reposição hormonal - O etinil-estradiol em doses maiores que 50ug/dia em certos concepcionais, aumenta a probabilidade de trombose.
Insuficiência Cardíaca -Pacientes sem história de infarto apresentam uma incidência geral de trombose em até 10% dos casos. Na presença de infarto cardíaco esta incidência chega a 40%.
Acidente Vascular Cerebral (AVC) - Está relacionada ao fator de risco e imobilização prolongada.
Infecção - Quando associada a qualquer um dos outros fatores de risco, aumenta em 2 vezes a possibilidade de trombose.
Quimioterapias - Aje aumentando os riscos por causa das alterações e efeitos colaterais na composição do sangue.
Varizes - Em pacientes cirúrgicos, aumenta a probabilidade de trombose pelas alterações do fluxo sanguíneo normal.
Obesidade mórbida -Aumentos superiores a 175% do peso ideal, levam a uma incidência de trombose venosa profunda de até 48%. Enquanto abaixo do 175% levam a incidência menor que 24%.
Doenças renais - Insuficiência Renal, altera a composição do sangue favorecendo a formação do Trombo.
Doenças inflamatórias intestinais - A retocolite ulcerativa está associada a uma maior incidência de trombose.

Texto elaborado pelo Dr. Franciso Osse 

11 de set de 2010

IV BODAS DE CANÁ EM PARELHAS-RN

TEMA: EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR. JOS 24, 15

PROGRAMAÇÃO DO DOMINGO DIA 12/09/2010

08h: Palavras de Abertura com Pe. Emanuel;
08h15min: Acolhida e louvor (Ministério de Música, Imagem e Semelhança) RCC Parelhas
08h30min: Pregação com o tema: "Família: Equílibrio e Sustentáculo da Sociedade"(João Paulo II);
09h30min: Intervalo;
09h45min: Pregação com o tema: "Que lugar a Palavra de Deus ocupa na minha Família?";
10h45min: Adoração ao Santíssimo Sacramento;
12h: Intervalo para Almoço;
14h:Teatro da cidade de Equador;
15h: Pregação com o tema: "Os Desafios da Família no Mundo Moderno" (Pe. Rômulo);

16h: Encerramento com a Santa Missa.


Obs: Durante todo o dia Ministério da Criança no Salão Paroquial.

Palestra - Tema: Ser, Ter e Fazer realizada na AABB de Parelhas - RN

6 de set de 2010

Chile inicia plano B para resgatar mineiros soterrados

Máquina utilizada para perfurar poços de água pode diminuir tempo da operação


A máquina Scrhramm T130 - normalmente utilizada para perfurar poços de água - vai ajudar no resgate os 33 mineiros


As equipes de resgate que tentam retirar os 33 operários presos há mais de um mês em uma mina no norte do Chile deram início na noite deste domingo (5) ao plano B do governo, que consiste em utilizar uma segunda máquina para chegar ao local de abrigo dos trabalhadores, a 700 m de profundidade.

Se funcionar, a segunda opção poderá diminuir em até um mês o tempo de resgate - atualmente estimado em quatro meses. O plano B utiliza o equipamento Scrhramm T130 - que normalmente perfura poços de água - para alargar um dos buracos de sondas já existentes com um martelo. A perfuradora levaria três meses para chegar ao local.

O ministro da Mineração do Chile, Laurence Golborne, disse que, se tudo der certo, os operários poderão ser libertados no início de novembro.

- Em um prognóstico otimista, princípios de novembro.

Os mineiros voltarão à superfície em uma jaula de 2 m a 2,5 m de comprimento. O equipamento levará de 20 a 30 minutos para chegar ao local onde os trabalhadores estão.

Para içar a jaula, as equipes a prenderão a um guincho, que deverá levá-la à superfície à velocidade de 4 m por segundo. Esse passo, porém, poderá ser reduzido devido aos prováveis choques da jaula no revestimento do duto.

No interior da jaula, os mineiros terão oxigênio, água, alimentação, luz artificial e até comunicação com o exterior para manterem contato durante todo o trajeto.
Chile ainda tem plano A e plano C 
O plano A das equipes de resgate consiste em perfurar 700 m com a máquina Raise Borer (modelo Strata 950), até chegar ao refúgio dos mineiros. Neste domingo, o equipamento havia atingido cerca de 70 m de profundidade. 

No entanto, um plano C seria capaz de encurtar mais o tempo de resgate e reduzi-lo a dois meses, na melhor das hipóteses, ao ter que perfurar 597 m para chegar a uma das rampas de acesso aos mineiros.

A protagonista desse terceiro plano seria uma sonda para operações de busca de petróleo, que pode perfurar a até 2.000 m de profundidade, mas que precisa de uma grande área (100 m de comprimento por 80 m de largura) para a sua instalação.

Os técnicos insistem que há "riscos inerentes às características do maciço rochoso" e indicam que, com as três opções diferentes, as chances de sucesso são razoáveis.

Estado australiano de Victoria vira zona de emergência por inundações

Cerca de 300 famílias tiveram de ser evacuadas devido ao transbordamento de rios



Morador (de colete amarelo) e seu cão são resgatados de inundação em Wangaratta, Victoria, por equipes de salvamento


As autoridades australianas declararam o Estado de Victoria, nesta segunda-feira (6), como zona de emergência devido às inundações na região, consideradas as piores já vistas no país em mais de uma década.

Cerca de 300 famílias tiveram de ser evacuadas devido ao transbordamento de rios na região. As estimativas não são animadoras, uma vez que se prevê que o nível da água deverá alcançar seu ponto máximo somente nesta terça-feira (7).

Apesar do agravamento da situação nas últimas horas, cerca de 40 mil casas tiveram o fornecimento de energia elétrica restabelecido.

O Exército enviou 50 soldados em caminhões para ajudarem no resgate e no atendimento de pessoas afetadas pelas inundações. Os oficiais também ajudam na contenção da água colocando sacos de areia nas zonas mais afetadas.



Ajuda à população

Neste domingo (5), primeiro-ministro de Victoria, John Brumby, disse que "o verdadeiro problema são as próximas 36 a 48 horas".

Os governos estadual e federal anunciaram ajudas financeiras à população. As pessoas que não puderem retornar imediatamente a suas casas poderão pedir até R$ 1.700 (US$ 1.000), enquanto mais de R$ 44,2 mil (US$ 26 mil) poderão ser pedidos pelas famílias que tiveram suas residências destruídas pelas águas.

2 de set de 2010

SOLTE AS AMARRAS








Você já pensou porque o elefante, um animal enorme, fica preso a uma corda frágil que, com poucos esforços ele arrebentaria? Isso ocorre porque o homem usa um meio eficaz de submetê-lo, quando o elefante ainda é um bebê e desconhece a força que tem.
Preso a uma corda, o bebê elefante tenta escapar. Faz esforços, se debate, se machuca, mas não consegue arrebentar as amarras. 
A cena se repete por alguns anos. As tentativas de libertar-se são inúteis. O elefante desiste. 
Vencido pelas amarras, ele acredita que todos os seus esforços serão inúteis, para sempre. 
Assim é que, depois de adulto, o gigante fica preso a uma fina corda que ele poderia romper com esforços insignificantes. 
Fazendo um paralelo com o ser humano, poderíamos fazer a mesma pergunta: porque um ser tão grandioso, potencialmente criado para a perfeição e a felicidade, se deixa vencer por amarras tão sutis e sem fundamento? 
São cordas invisíveis que vão imobilizando um gigante e, por fim, ele se conforma e se submete, sem questionamentos. 
Essas cordas podem ser facilmente percebidas, basta um olhar mais atendo. 
A idéia de que o homem foi criado para o sexo e não o sexo para o homem, insuflada desde a mais tenra idade, faz com que o adolescente se deprave, se prostitua e se infelicite. 
O adulto, acostumado com essa amarra invisível, se reduza a um escravo sexual, infeliz e exausto, quando poderia usar as potencialidades sexuais para a vida e para o amor, consolidando uniões maduras e baseadas no sentimento. 
A sutilidade das chamadas para o vício, propositalmente exibidas em cenas de programas e comerciais, cujo maior público é de menores de idade, gera uma potente amarra para o jovem que, para ser aceito pelo grupo se embrenha em cipoais de difícil saída. 
A sensualidade mostrada em larga escala como o "supra sumo" cria clichês de protótipos perfeitos e fisicamente bem esculpidos, infelicitando aqueles que não atendem a tais pré-requisitos. 
O culto exagerado ao dinheiro, ao ter, ao status, em detrimento do ser, do desenvolvimento das potencialidades intrínsecas do ser, gera amarras que paralisam muito criaturas. 
Umas porque se tornam escravas do que não possuem e gostariam de possuir, outras subjugadas pelos bens que amealharam e querem reter a qualquer custo. 
As amarras são tantas e tão sutis que geram uma paralisia generalizada, submetendo uma gama enorme de gigantes que desconhecem suas potencialidades e seu objetivo na face da terra. 
Ao invés de buscar as estrelas, herança natural dos filhos de Deus, se voltam para o ilusório, para o fútil, para os falsos valores. 
Criados para a eternidade, esses gigantes se conformam com as aparências, com o transitório, com a roupa que irão vestir, com o que os outros pensam a seu respeito. 
Filhos da luz, se deixam tombar nas trevas da ignorância, da desdita, do desespero. 
Vale a pena meditar sobre isso e buscar identificar essas tantas cordas invisíveis que nos impedem de alçar vôo. 
O vôo rumo à liberdade definitiva, rumo às paragens sublimes que aguardam esses gigantes em marcha para a perfeição.

Deslizamento deixa 3 mortos e 57 desaparecidos na China


Pelo menos três pessoas morreram e outras 57 desapareceram por causa de um deslizamento de terra na província de Yunnan, sul da China, informou nesta quinta-feira a agência oficial de notícias Xinhua.
O acidente aconteceu em uma localidade do distrito de Longyang, na cidade de Baoshan, onde vivem 82 pessoas de 20 famílias.
Além destes três mortos e 57 desaparecidos, as equipes de socorro conseguiram resgatar a tempo 11 pessoas que estavam no local no momento do acidente.
Os outros 11 habitantes restantes estavam trabalhando fora do povoado quando aconteceu o deslizamento.

Inauguração da fiflial do Armazém Ulisses em Equador

Alunos doam alimentos para a Maternidade e o Abrigo de Parelhas - RN



Parabéns a todos que se esforçaram neste evento e conseguiram aproximadamente uma tonelada de alimentos, essa iniciativa é um exemplo claro de que carinho e amor pelo próximo, só nos traz benefícios.

1 de set de 2010

Desmatamento caiu quase à metade na Amazônia

Dados preliminares divulgados ontem pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam uma forte tendência de queda no desmatamento da Amazônia este ano. A área devastada detectada pelo sistema Deter (de baixa resolução) entre agosto de 2009 e julho de 2010 foi 47,5% menor que no mesmo período anterior: 2.296 km², versus 4.375 km² no calendário 2008-2009.
É o menor índice acumulado desde que o sistema começou a funcionar, em 2004. Ainda assim, uma área equivalente a uma vez e meia a da cidade de São Paulo foi devastada.
O Estado que mais desmatou nesses 12 meses foi o Pará, com cerca de 1 mil km², seguido de Mato Grosso, com 700 km².
Entre os municípios, o que mais desmatou no período foi Apuí, no Amazonas, que poderá entrar para a 'lista negra' de localidades que sofrem restrições de crédito do governo por causa das atividades ilegais.
O Amazonas foi o único Estado que registrou aumento do abate de árvores em relação ao ano anterior. 'Ainda vamos verificar quais são as causas', disse a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.
Segundo o Imazon, ONG que também monitora o desmatamento, usando técnicas diferentes das do Inpe, a redução da área desmatada no período (2009-2010) foi de 16% em relação ao ano anterior.
 

Atualmente

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

.